Na sua 9ª edição, o FUSO integra a programação do Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura 2017. Se o confronto entre obras históricas e a contemporaneidade na vídeo arte está na génese do FUSO, o passado e o presente será o mote para um diálogo abrangente e referencial, cruzando a Europa e as Américas. Assim, as sessões apresentarão propostas de curadores de destaque das Américas do Sul e Central, bem como de Portugal. Mantendo os eixos programáticos do FUSO, será homenageado o artista brasileiro Paulo Bruscky, pioneiro da arte conceitual nos anos 60 e da arte postal, vídeo arte e arte sonora a partir dos anos 70 no Brasil.

Solange Farkas (Brasil) | Jean-François Chougnet (França) | Pablo León de la Barra (México) | Lori Zippay (EUA) | Lisette Lagnado (Congo/Brasil) | Emília Tavares (Portugal) | Miguel A. López (Perú / Costa Rica)| Jorge La Ferla (Argentina) | Cristiana Tejo (Brasil)