Claustro do Museu Nacional de História Natural // 28 AGO // 23h15_ PAULA LÓPEZ ZAMBRANO // CUT TO VIOLENCE
Apresentação: Paula Lopes // Duração:54´


Arte e violência são os dois cortes afiados produzidos simultaneamente por uma faca de dois gumes. Este programa reúne uma selecção de trabalhos vídeo de artistas vindos de diferentes geografias, mas que partilham preocupações semelhantes. Com implicações subtis e efeitos poderosos estes vídeos provocam uma abordagem em direcção à indefinição do sentido, escuridão, visibilidade, e estrago com os seus efeitos recíprocos na reparação. Eles oferecem uma compreensão sobre a relação entre poder e política, ridículo e absurdo, género e violência estrutural.
Nos seus discursos, Martin Luther King disse que violência gera violência, ódio traz um maior ódio. A arte não consegue curar nenhum estrago, por vezes abre velhas feridas, e traz-nos pensamentos que nos fazem sentir mal. A arte pode desafiar a violência, a arte pode re-apresentar a violência, a arte pode também provocar violência ou pode ser violenta. Mas no final, a arte esconde a violência com o seu véu de estética inerente. Daí o título “Cortes de Violência”: peças de vídeo, imagens e sons que confrontam a violência de forma dolorosa e estética, dura e sedutora, nos dois gumes.